Pedro Dejneka, Advogado

Pedro Dejneka

Londrina (PR)
2seguidores0seguindo
Entrar em contato

Comentários

(36)
Pedro Dejneka, Advogado
Pedro Dejneka
Comentário · mês passado
Marcia,
quando você diz: "Parece que ninguém entende que o"modelo"atual está falido... uma pessoa que recolhe 20% do que recebe formalmente durante 15, ou 20 ou 30 anos e se aposenta com 65 anos e vai receber 70%, ou 80%, ou até 100%, do que ganhava, isso durante 10, ou 20, ou até completar e passar dos 90 anos, vai afundar o sistema, sem dúvida alguma.", mostra que você realmente desconhece o sistema de solidariedade que existe no modelo criado pela
Constituição de 1988. É muito interessante você se inteirar do assunto.

O Regime de Previdência que está prestes a acabar aqui no Brasil, é, indiscutivelmente um dos melhores do mundo. Por isso não interessa ao atual governo, que está completamente submetido ao sistema financeiro e entregando aos estrangeiros (leia-se império anglicano) o que temos de demlhor em todos os setores.

Quanto aos privilégios e os privilegiados, isso eu concordo com você, não vai mexer em nada dos privilégios, e veja os 376 votos a favor da reforma. Quem são esses privilegiados que votaram a favor da reforma na Câmara? E a nossa oposição, o que ela fez? Preferiu ficar falando de #vazajato em lugar de promover mobilizações nas ruas e em todos os setores populares.
Esse artigo do Ian Ganciar Varella complementa uma série de outros que a "Auditoria Cidadã da Divida" está promovendo há muito tempo. Mas nada disso adiantou. Os privilégios continuarão e os cidadãos, mais uma vez vão pagar a conta.
Pedro Dejneka, Advogado
Pedro Dejneka
Comentário · há 5 meses
Caro colega João Victor Gatto,
nessa história de reforma, O MAIS IMPORTANTE É IMPEDIR QUE REFORMA DA PREVIDÊNCIA SEJA APROVADA (obs: as maiúsculas não representan que estou gritando, estou apenas enfatizando, na falta de negrito).

Essa reforma beneficia apenas os Bancos Privados que estarão finalmente fazendo realizar aquilo que desde a CONSTITUINTE DE 1986 queriam, qual seja: O governo seria responsável pelas aposentadorias até 03 (três) salários mínimos e todos os demais seriam forçados à ir para a CAPITALIZAÇÃO, também chamada de PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR. Digo isso porque trabalho com a Previdência Social desde 1977 e acompanhei os processos de transformação da previdência social desde a
CLPS de 1984 até hoje.

Reafirmo que A PREVIDÊNCIA SOCIAL NÃO É E NUNCA FOI DEFICITÁRIA. Verifique, por exemplo, como foram realizados os empréstimos para a ITAIPU BINACIONAL e para a construção da TRANSAMAZÔNICA na década de 1970. Verifique, de igual, como e em que condições foi maquiada a devolução desse dinheiro para a Previdência Social.

Verifique mais, os aportes para outros ministérios do dinheiro que era da PREVIDÊNCIA SOCIAL e quando e se foram devolvidos.

Essa PEC 06/2019, RETIRA TODA A DIGNIDADE DO TRABALHADOR, para substítuí-la apenas por mais lucro ao bancos privados que ficarão agraciados com a sua administração.

Poderemos debater mais, com dados mais contundendentes.

É como penso.

Perfis que segue

Carregando

Seguidores

(2)
Carregando

Tópicos de interesse

(2)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Londrina (PR)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Pedro Dejneka

Entrar em contato